Eu nunca tive crise vocacional…até agora.

Desde que eu tinha 5 anos eu decidi que queria fazer Direito, ponto final. Quando os amigos da minha mãe e do meu pai perguntavam “o que você quer ser quando crescer?”, eu enchia o peito de orgulho e dizia: “vou ser promotora”. Sempre foi assim…até agora. De repente, eu começo a perceber que eu talvez não tenha paciência pra decorar códigos de leis ou estômago pra estudar uma autópsia por dia. Eu sei que isso parece legal quando se assisti ‘Law and Order’, mas eu não sei mais se é isso que eu quero passar minha vida fazendo. Sei lá, eu gosto de tanta coisa… Fazer teatro, escrever, viajar, estudar história e inglês. Mas eu não me vejo fazendo nada dessas outras coisas que eu gosto sendo advogada ou promotora. Até o Direito Internacional, que era uma opção mais ‘light’ ficou chato agora.

Eu fiz teatro por 5 anos. Uma das coisas que mais me dá prazer, ainda hoje, é escrever uma peça, ensaiá-la e apresentá-la. Eu ainda participo de uma peça ou outra no meu novo colégio, mas não é aquela perspectiva de terminar um trabalho e começar outro. Mesmo com todo aquele estresse de falas, ensaios, brigas dentro das coxias, o teatro ainda é uma das minhas grandes paixões.

Minha família é praticamente toda de escritores: meu bisavô, minha avó, meus tios e eu, todos poetas, cordelistas, contistas e cronistas. Esse ano foi lançado o livro da minha avó Idalzira, chamado “Cordel Umbilical”, que contém cartas entre ela, meus tios e eu e também alguns sonetos e poesias de sua autoria. Essa pequena participação que eu tive, tanto no livro como no lançamento, me fizeram olhar com outros olhos o ofício de escrever. Nem sempre é fácil, nem sempre sai alguma coisa boa, mas é como todas as profissões: têm altos e baixos. Ser uma boa escritora é um dos meus maiores sonhos.

Depois dessa viagem que eu ganhei de 15 anos, posso dizer que não há nada mais legal do que conhecer outros países. Além de ver outras culturas, outras línguas, outros costumes, você vê gente diferente em cada esquina, e à cada cidade sua visão do mundo vai dando um giro de 360º. Você chega na borda do Coliseu, em Roma, querendo tirar uma foto dele todo, mas é simplesmente impossível porque aquela construção é tão grande, tão magnífica, tão colossal que você tem que se afastar 200 metros pra conseguir a tal foto e ainda fica pensando como é que em um tempo tão antigo, quando eles não tinham nem um vinte avos da tecnologia que temos hoje, uma construção daquela foi possível. É nessa hora que seu queixo cai e você fica meia hora feito um abestado olhando praquele estádio imenso.

As únicas duas matérias escolares que eu posso dizer que eu não bóio são Inglês e História. Eu estudo inglês desde os 10 anos e sou simplesmente apaixonada pela língua. Sempre me disseram que uma pessoa tem que aprender duas línguas: uma universal e uma de paixão. Bem, eu tive a sorte de achar as duas no inglês. E História já vem de família, já que meu pai ensinava essa matéria. É fascinante poder ter a liberdade de ler e imaginar como era no passado, fechar os olhos e ver uma linha do tempo se formando com todos os acontecimentos importantes do mundo e cruzá-los com as datas mais importantes da sua vida.

Com todas essas coisas que eu amo fazer, porque decorar um livro de leis? Direito pode te dar estabilidade, te preparar pra qualquer concurso, te trazer muito dinheiro e pode até te dar felicidade se você realmente souber que é isso que te dar prazer. O problema é que eu não tenho mais toda essa certeza que eu tinha 10 anos atrás. Além disso, se meus pais souberem que eu penso em abandonar a carreira do Direito, eles morrem, no sentido literal da palavra, e me levam junto, afinal, o importante não é estudar direito, mas sim estudar Direito.

G.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Asneiras anteriores:

Top asneiras

Twitter

Error: Twitter did not respond. Please wait a few minutes and refresh this page.

%d bloggers like this: